O que é o Workstation?

O Workstation conta com as versões Workstation Player e Workstation Pro. O primeiro, antes chamado de Player Pro, é um aplicativo de virtualização de desktop que está disponível gratuitamente para uso pessoal, uma licença comercial pode ser aplicada para permitir que o Player execute máquinas virtuais restritas criadas pelo Pro e Fusion Pro. O Player é instalado como um aplicativo desktop padrão e, uma vez instalado, permite a instalação de novos sistemas operacionais e a execução deles como máquinas virtuais em uma janela separada. Também inclui recursos que permitem que os usuários criem e configurem suas próprias máquinas virtuais para obter o melhor desempenho e acessar qualquer dispositivo conectado ao PC.

Já o VMware Workstation Pro, foco para nosso público interessado em infraestrutura hiperconvergente, é muito mais avançado e oferece recursos sofisticados que incluem snapshots, clonagem, conexões remotas ao vSphere ou vCloud Air, compartilhamento de VMs, configurações avançadas de máquinas virtuais e muito mais. O Workstation foi projetado para ser usado por profissionais técnicos, como desenvolvedores, engenheiros de controle de qualidade, engenheiros de sistemas, administradores de TI, representantes de suporte técnico, instrutores de treinamentos, entre outros, que criam, testam ou demonstram software para qualquer dispositivo, plataforma ou nuvem. É o padrão do setor para executar vários sistemas operacionais como máquinas virtuais (VMs, Virtual Machines) em um único PC Linux ou Windows. Essa solução de virtualização de desktops destinada a todos os tipos de usuário, é uma ferramenta de produtividade muito poderosa, um ambiente de engenharia expansivo e pode viabilizar iniciativas de BYO.

Características do Workstation Player

  • Virtualização simples e poderosa: com quase 20 anos de desenvolvimento ativo, o VMware Workstation Player foi criado com base na mesma plataforma que outros produtos VMware como o Workstation Pro e o vSphere, o que o torna uma das soluções mais maduras e estáveis para virtualização local de desktops. Permitindo executar de forma fácil e segura um segundo sistema operacional como uma máquina virtual (VM, Virtual Machine) em um único computador sem afetar o ambiente de desktop principal nem reinicializar o sistema;
  • Um ótimo caminho para implantar o BYO: você pode isolar desktops corporativos de dispositivos BYO (Bring Your Own, ou Traga Seu Próprio, geralmente acompanhado de dispositivo, sendo BYOD) desativando funções de copiar/colar e arrastar/soltar, pastas compartilhadas e acesso a dispositivos USB. Pode executar VMs restritas, criptografadas e protegidas por senha para garantir que somente usuários autorizados possam interagir com dados corporativos. Também pode-se combinar o Workstation Player com ferramentas de gerenciamento remoto às políticas de fornecimento e segurança das VMs (como o Horzion FLEX);
  • Ferramenta de aprendizagem: Os recursos de isolamento e sandbox (um modo seguro de virtualização) fazem desse produto a ferramenta perfeita para quem quer saber mais sobre sistemas operacionais e aplicativos e aprender como eles funcionam. Ser capaz de executar um ambiente de servidor em um desktop também permite explorar o desenvolvimento de softwares e aplicativos em um ambiente “real”, sem interferir no desktop host. Mesmo em escolas, os alunos podem ter acesso a um ambiente simples para explorar novos sistemas operacionais, e os professores podem distribuir ambientes de laboratório replicáveis para atividades em sala de aula sem precisar de uma nuvem interna;
  • Ambiente seguro e isolado: execute um segundo desktop seguro com diferentes configurações de rede e segurança e diversas ferramentas para manter seu sistema host protegido enquanto navega na Internet.

 

workstation interface

Características do Workstation Pro

  • Execute vários sistemas operacionais em um único PC: o Workstation Pro permite executar vários sistemas operacionais simultaneamente no mesmo PC Windows ou Linux. Crie VMs Linux e Windows reais, bem como outros ambientes de desktop, servidor e tablet, completos com rede virtual configurável e simulação de condições de rede, para serem usados no desenvolvimento de códigos, na arquitetura de soluções, no teste de aplicativos ou nas demonstrações de produtos;
  • Conexão ao vSphere: Conecte-se com segurança a servidores vSphere e ESXi ou a outros servidores Workstation para iniciar, controlar e gerenciar máquinas virtuais (VMs, Virtual Machines) e hosts físicos. Um hypervisor como o da VMware maximiza a produtividade e facilita a transferência de VMs de e para o PC local;
  • Desenvolvimento e testes: O Workstation Pro oferece suporte a centenas de sistemas operacionais e funciona com tecnologias de nuvem e contêiner, como o Docker, atuando em qualquer plataforma;
  • Proteção e isolamento de ambientes: Execute um segundo desktop seguro com definições de privacidade e configurações de ferramentas e rede diferentes, ou use ferramentas forenses para investigar as vulnerabilidades do sistema operacional. O Workstation fornece um dos hypervisors mais seguros do setor e disponibiliza recursos avançados para profissionais encarregados da segurança da TI;
  • Clones: Poupe tempo e esforço e garanta uma duplicação exata ao criar repetidamente a mesma configuração de VM. Use “Clones vinculados” para duplicar rapidamente uma VM e reduzir significativamente o espaço no disco físico. Use “clones completos” para criar duplicatas totalmente isoladas, que poderão ser compartilhadas com outras pessoas;
  • Snapshots: Crie um ponto de reversão para realizar reversões instantâneas, perfeitas para testar software desconhecido ou para criar demonstrações para clientes. O uso de vários snapshots facilita o teste de diversos cenários diferentes sem a necessidade de instalar mais de um sistema operacional;
  • Sistema avançado de redes virtuais: Crie redes virtuais IPv4 ou IPv6 complexas para VMs ou integre-as a softwares de terceiros para projetar topologias completas de data center usando softwares e ferramentas de roteamento reais. A simulação de rede é uma novidade do Workstation que permite apresentar perda de pacote, além de restrições de latência e largura de banda;
  • Gráficos 3D de alto desempenho: O VMware Workstation Pro oferece suporte a DirectX 10 e OpenGL 3.3 para fornecer uma experiência natural e ágil durante a execução de aplicativos 3D. É possível executar os aplicativos 3D mais exigentes, como AutoCAD ou SOLIDWORKS, com um desempenho quase nativo em uma VM Windows;
  • Máquinas potentes: Crie VMs imensas com até 16 vCPUs, discos virtuais de 8 TB e até 64 GB de memória para executar os aplicativos de desktop e de servidor mais exigentes em um ambiente virtualizado. Melhore ainda mais o desempenho de aplicativos com gráficos avançados alocando até 2 GB de memória de vídeo host para uma VM;
  • Telas de alta resolução: O Workstation Pro foi otimizado para oferecer suporte a telas de alta resolução 4K UHD (3840 x 2160) para desktops e telas QHD+ (3200 x 1800) usadas em laptops e tablets x86. Ele também oferece suporte a vários monitores com diferentes configurações de DPI; por exemplo, uma tela 4K UHD nova juntamente com uma tela HD de 1080p existente;
  • Acesso restrito às VMs: Proteja o conteúdo corporativo restringindo o acesso a configurações de VM do Workstation, como arrastar e soltar, copiar e colar, e conexões com dispositivos USB. As máquinas virtuais podem ser criptografadas e protegidas com senha para garantir que somente os usuários autorizados tenham acesso;
  • Compatibilidade cruzada: Crie VMs Linux ou Windows que possam ser executadas em todo o portfólio de produtos VMware ou crie VMs restritas para serem usadas no Horizon FLEX. Damos suporte até mesmo ao padrão aberto, para que você possa criar e reproduzir VMs de outros fornecedores;
  • VMs compartilhadas: Compartilhe e teste aplicativos rapidamente em um ambiente de produção simulado. Execute o VMware Workstation Pro como servidor para compartilhar um repositório de VMs Linux e Windows pré-carregadas em todas as configurações desejadas com seus colegas de equipe, seu departamento ou sua organização;

fusion icone

Fusion

Quantas funcionalidades tem o Workstation para ajudar a resolver seus problemas, não é mesmo? Porém você que acompanhou até agora, provavelmente percebeu que os sistemas operacionais citados não englobaram o MAC, isso porque existe o Fusion, ele permite que os usuários do Mac executem o Windows com centenas de outros sistemas operacionais paralelamente aos aplicativos do Mac sem precisar reinicializar o sistema. É simples o bastante para usuários domésticos e suficientemente poderoso para profissionais de TI, desenvolvedores e empresas.

Com ele, permite-se executar qualquer sistema operacional no MAC, conexão ao vSphere (como no Workstation), desenvolvimento e teste de projetos, soluções complexas de projeto e demonstração, execução de desktops corporativos locais e perfeição do Windows no MAC. Outros recursos da tecnologia incluem:

  • UI atualizada e pronto para macOS High Sierra e Touch Bar;
  • Gráficos potentes;
  • Rede virtual aprimorada, snapshots, clones e sandbox (como no Workstation);
  • Interface de programação de apps REST do Fusion;
  • Modo de visualização do Unity;
  • Plataforma atualizada de hardware virtual;
  • Experiência integrada;
  • Complemento para o Boot Camp;
  • Acessibilidade à pessoas com deficiência;
  • Pronto para tela e retina 5K.

O conjunto da obra

Essas soluções de desktops quando integradas geram valor para três principais públicos. Os primeiros, os profissionais de TI, ao executar as máquinas virtuais (VMs) compatíveis com o data center corporativo diretamente do seu laptop com o Fusion ou Workstation, também podendo executar tarefas de gerenciamento de forma rápida no vSphere e integrar-se às principais ferramentas de rede do setor para projetar e testar topologias corporativas sem precisar usar hardwares caríssimos montados em rack. Os principais recursos e benefícios para esse público são:

  • Suporte mais abrangente a sistemas operacionais host guest;
  • Suporte ao ecossistema vSphere integrado;
  • Facilidade para compartilhar e hospedar VMs;
  • Controle avançado do sistema de rede;
  • Facilidade para duplicar e compartilhar VMs;
  • Restrições de políticas (reduzindo riscos à segurança);
  • Teste de segurança de sistema operacional abrangente.

Em segundo para empresas, já que reduz os custos e acelera a adoção e a produtividade do usuário fornecendo qualquer combinação de mais de 200 sistemas operacionais compatíveis para qualquer pessoa, em qualquer lugar, além disso, o Fusion e o Workstation também podem estender a vida útil dos aplicativos legados em hardwares modernos e reduzir o tempo de inatividade e os custos de remessa associados à implantação de novos laptops. Os principais recursos de interesse para empresas são:

  • Execução do Windows no Mac sem reinicialização;
  • Redução do custo de gerenciamento de laptops;
  • Eliminação dos custos de aprovisionamento de laptops;
  • Acesso a desktops em qualquer lugar, inclusive offline;
  • Extensão da vida útil de aplicativos legados;
  • Adoção da cultura BYOPC (Traga Seu Próprio PC);
  • Aplicação do isolamento de desktop (separação de arquivos pessoais e profissionais);
  • Restrição ao acesso de dispositivos externos (políticas sobre uso de USB, unidades flash ou outros);
  • Restrições baseadas em tempo.

E por último para desenvolvedores, que usam ambos para criar aplicativos interplataformas e com capacidade para a nuvem ou testar a compatibilidade entre diferentes sistemas operacionais e navegadores. Quer você esteja trabalhando com iOS, Android ou Linux, criando aplicativos do Windows em um Mac, ou desenvolvendo aplicativos Web orientados para contêineres com capacidade para a nuvem e automação de fluxo de trabalho, essa integração oferece algumas das ferramentas mais abrangentes disponíveis. Os recursos de interesse para desenvolvedores são:

  • Modernização dos processos de desenvolvimento e teste;
  • Compartilhamento seguro de arquivos e caminhos entre hostguest;
  • Criptografia de VMs;
  • Automatização e implantação a partir da interface de linha de comando (codificação rápida e integração a fluxos de trabalho);
  • Desenvolvimento de aplicativos mais seguros;
  • Download e execução de imagens pré-definidas;
  • Uso de contêineres para a criação de aplicativos nativos de nuvem;
  • Criação, teste e depuração de aplicativos para o Windows 10.

Finalmente, esperamos que esse compilado de informações seja útil no seu caminho pela virtualização, e caso existam quaisquer dúvidas, fique à vontade para entrar em contato!

Referência

Leia também...