Como saber se o trabalho remoto é uma boa opção para sua organização?

O trabalho remoto surgiu com o advento de ferramentas como a computação em nuvem, a partir das quais é possível executar as tarefas para sua organização de qualquer lugar em que tenha acesso à internet, em alguns outros casos, mesmo sem internet. Essa possibilidade se torna mais segura com soluções como Citrix e VMware auxiliando em todo o processo, também a partir do cumprimento de regras e políticas de segurança no sistema de informações da empresa, uma vez que a maioria dos casos de falha na segurança ocorre por falhas internas, ou seja, por colaboradores da empresa.

Aumento da produtividade, impulsionamento da eficiência, diminuição do estresse, maior envolvimento dos funcionários com a organização, motivação de funcionários mais jovens, acompanhamento do futuro do trabalho e manutenção das equipes são os principais benefícios do trabalho remoto.

Quando abordamos a melhoria da produtividade na organização a partir do trabalho remoto, nos dirigimos principalmente à casos de produtividade individual, sejam eles funções que exigem interações com os clientes, como consultores e corretores de seguro, ou funções que não exigem interação, como colunistas, pois em ambos os casos se recomenda esse tipo de solução.

Já para casos que carecem de eficiência colaborativa, o afastamento das pessoas participantes do mesmo grupo pode afetar negativamente a produtividade, porque apesar de existirem ótimas ferramentas de comunicação, a melhor forma de conexão entre um grupo ainda é a presencial, e no escritório.

Trabalho Remoto

Mesmo após habilitar o acesso remoto aos seus funcionários, serão necessárias algumas ações para garantir que se tire proveito desse tipo de solução na sua empresa. Alguns dos principais cuidados a serem tomados são:

Compreenda como cada função pode ser exercida remotamente e os tipos de perfis com os quais se está trabalhando, ao permitir que um funcionário trabalhe remotamente, são criados precedentes, e embora a produtividade possa ser maior, é necessário compreender como isso afeta a organização no futuro e no desempenho dos times;

Integre à cultura dos colaboradores o conhecimento sobre os benefícios profissionais do trabalho remoto, como maior produtividade, economia de recursos e resultados inteligentes e condizentes com o mundo globalizado, uma vez que as ideias ficam mais frescas nesse tipo de situação. É importante frisar nesse tipo de benefício para evitar que o colaborador pense apenas em benefícios pessoais, como flexibilidade e independência, os quais claramente também devem ser considerados pelo funcionário;

Mesmo após estar preparado para deixar que os colaboradores trabalhem remotamente, comece com pequenos passos, deixando inicialmente apenas um dia na semana de trabalho remoto, recolhendo informações sobre os trabalhos executados e usando para comparação com as atividades realizadas no escritório;

Nunca deixe seus funcionários sem oportunidades sociais, ou seja, evite que fiquem isolados em seus computadores pessoais trabalhando sozinhos, proponha espaços de coworking, programas de viagem à trabalho outras possibilidades de integração e contato;

Evite a ‘compensação desnecessária’ e a desmotivação dos colaboradores, pois a partir do momento que passam a trabalhar remotamente, as pessoas podem se sentir pressionadas a ter que demonstrar seu trabalho e executar mais tarefas para se sentirem como se estivessem fazendo tanto trabalho quanto no escritório. Para isso, mantenha seu time atualizado diariamente, por e-mail ou qualquer plataforma de mensagens instantâneas, deixando claro que podem confiar em você e as atividades continuam as mesmas do escritório;

Estabeleça metas e expectativas claras, este tipo de elemento de avaliação já é importante no escritório, mas em situações remotas, é importante que as métricas estejam disponíveis para evitar que os colaboradores remotos se percam de seus objetivos principais ou fiquem desmotivados;

Acima, quando abordamos as ferramentas de comunicação para manter seu time atualizado, não mencionamos quais, entretanto, para garantir conversas imediatas e conexões verdadeiras, opte por usar videochamadas e interação face à face, evitando ao máximo falhas na comunicação. Esse tipo de cultura, com abertura e compartilhamento, permite melhores resultados em equipe e inovação, tão bons quanto em casos de trabalho apenas no escritório.

Leia também...