O que esperar para a Internet das Coisas na sua empresa?

Costumamos abordar o futuro da tecnologia no blog e o impacto que essas mudanças causam no mundo, principalmente o corporativo. Entre os principais temas mais comentados está a Internet das Coisas, sendo justificado tal destaque devido às possibilidades trazidas, que vão da predição por análise à automação de ações complexas.

Assim, conforme os dispositivos de IoT ficam cada vez mais próximos do nosso dia-a-dia, sua implementação torna-se cada vez mais complexa, variando de acordo com um dos muitos setores já atendidos, como saúde e automotivo.

Internet das Coisas

O primeiro passo para entender o que esperar da Internet das Coisas em sua empresa é pensar sobre quais as metas e necessidades que esse tipo de solução pode resolver, ou seja, sempre há áreas, ainda mais com o leque de possibilidades disponibilizado por esse tipo de tecnologia, que podem ser aprimoradas, criando ainda mais valor para a organização.

Um bom método para se certificar do cumprimento desse primeiro passo é não só realizar a reunião do conselho gestor, mas também usar como base um serviço de ciência de dados, explorando com os resultados desse tipo de análise o potencial de maximização de ROI.

Após esse preparo inicial, entenda que o crescimento do número de dispositivos da Internet das Coisas já é grande, e será ainda mais, com previsões que chegam a mais de 20 bilhões em 2020, indo de sensores de temperatura à turbinas de geração de energia. Assim, se esse tipo de solução será instalado na sua organização, o que é altamente recomendado para a saúde dos negócios, é bom estar preparado para um escalonamento desse tipo de tecnologia dentro da empresa.

Por esse motivo, é importante desde cedo começar a projetar um bom gerenciamento de dispositivos desse tipo, criando uma cultura de boa organização para que quando as centenas de aparelhos usados atualmente se tornem milhares a organização tenha tudo sob controle.

Internet das Coisas

Não é de admirar que a previsão do comportamento dos ativos seja um componente-chave para uma futura implementação da IoT, uma vez que pode ajudar as organizações a agir e alterar os resultados futuros. Saber quando um ativo falha antes de acontecer permite que as empresas tomem as medidas necessárias para resolvê-lo, garantindo que evitem conseqüências negativas, como custos desnecessários ou tempo de inatividade.

 

Detecção de fraude, mitigação de risco, retenção de cliente e otimização de receitas são todas soluções muito necessárias e que se tornaram possíveis graças ao conjunto de ferramentas de visualização de dados criadas pela internet das coisas, resolvendo bem a questão de análise preditiva.

Com uma implantação avançada de IoT, você poderá usar a automação para orquestrar ações complexas em toda a organização por meio de lógica baseada em regras dinâmicas. Isso inclui a automação de várias atividades, como solicitações de serviço de tickets e ajustes de inventário.

Para preparar suas implantações de IoT para automação, atribua um defensor interno à iniciativa e obtenha os recursos certos para extrair dados relevantes. Adotar uma abordagem prática pode ajudar a minimizar a resistência organizacional e individual, bem como construir a base para recursos mais avançados.

A integração de seus dados de IoT com sistemas de relatórios existentes tem o potencial de adicionar mais informações e contexto em tempo real em termos de como o negócio está operando. Também pode fornecer visibilidade em áreas da empresa que não eram possíveis anteriormente. Para algumas empresas, esta é uma oportunidade para aumentar a eficiência operacional e otimizar os custos. Para outros, pode desbloquear novos modelos de negócios e fluxos de receita.

Embora o caminho para a implementação bem-sucedida da IoT mude todos os dias, é possível ficar à frente da concorrência prestando atenção às principais tendências do setor. Saber que o número de dispositivos está crescendo ou que os recursos preditivos estão se tornando cada vez mais predominantes é o primeiro passo para adaptar seus negócios de acordo.

Entrar em contato

Leia também...