O que você entende por monitoração pró-ativa?

Um problema comum nos departamentos de TI é trabalhar muito mais com a resolução de problemas em vez da identificação destes antes que ocorram, num cenário ideal, a organização tem muito a ganhar com a prevenção através da monitoração pró-ativa, que garante também a integridade do sistema, e com isso, a entrega de serviços melhores por parte da empresa, interna ou externamente.

Depois de ser descoberto, um desastre passa a ser foco dos profissionais e gestores do ambiente de TI, que, juntos, agirão para contorná-lo o mais rapidamente possível. Isto reduz ou até mesmo elimina o tempo de inatividade, agora visualize esse benefício sendo repetido em diversos cenários pré-desastre.

monitoração pró-ativa

Para garantir a visibilidade total de sua infraestrutura você pode começar permitindo análises e decisões baseadas em dados, uma vez que o monitoramento é um elemento extremamente necessário para a criação e modelagem da estratégia de TI. O desempenho entregue aos usuários finais deve ser sempre otimizado, e para garantir isso, o departamento precisa estar sempre atualizado, atendendo diferentes novas demandas que surgem. Assim, estabeleça um benchmark para maximizar sua monitoração pró-ativa e use os dados mais relevantes obtidos para entender em quais pontos deve-se melhorar.

A análise pró-ativa do seu sistema de TI significa que você tem uma chance melhor de evitar grandes interrupções. Monitorar padrões de falha e verificações regulares de integridade de sua infraestrutura significa que você pode identificar quaisquer discrepâncias em seus sistemas e entender as correlações. Se você não monitorar seus sistemas, não tem como saber se estão ficando sem capacidade.

Monitorar suas redes garante que quaisquer interrupções, como o congestionamento da rede, sejam detectadas e resolvidas antes que impactem os usuários finais. Se você estiver monitorando continuamente seus sistemas, é mais provável que você pegue em qualquer sinal de alerta e possa intervir antes que o problema se agrave e afete o usuário final. Essa abordagem não é apenas mais produtiva para os usuários finais, mas também alivia a pressão sobre o departamento de TI.

Como acontece com todo o software, seus ativos de TI possuem ciclos de vida que precisam de monitoramento e rastreamento, como o desempenho desses ativos mudará com o tempo, assim como sua estratégia, é importante contar com um inventário de seus ativos de tecnologia e quando terão atualizações, sempre monitorando, continuamente, o desempenho dessas ferramentas.

O tempo de inatividade afeta não apenas a experiência e a produtividade do usuário final, como também afeta os resultados financeiros da empresa. Monitorar a integridade de seu ambiente de TI pode ajudá-lo a identificar tendências e padrões que ocorrem em sua empresa que causam interrupção. Adotar uma abordagem proativa para o monitoramento envolve mais do que obter informações pelo valor de face, pois sua rede está funcionando, não significa que ela esteja funcionando de maneira eficiente e que problemas futuros não ocorrerão.

Mesmo com um processo bem definido de monitoração pró-ativa, alguns tipos de falhas ainda podem ocorrer, descubra também como abordar corretamente uma gestão de crise.

 

Entrar em contato