Os melhores passos para aderir de vez à transformação digital

Seja você um gestor ou apenas colaborador em sua organização, com certeza enxerga desafios na transformação digital para adequação ao futuro do trabalho, essas mudanças não só podem melhorar a motivação e empenho de quem trabalha na empresa, como também podem aumentar a produtividade e reduzir custos.

Deve-se ir além da estratégia a ser adotada, desenvolvendo uma abordagem que englobe todos os objetivos e tenha métricas de sucesso, facilitando a execução do planejamento. Para isso, são diversas as ferramentas existentes no mundo de negócios, mas é necessário, antes de tudo, uma mudança de atitudes, ou ainda na cultura organizacional, desse modo, os colaboradores se sentem realmente integrados e parte da instituição, aderindo às mudanças digitais propostas pela administração e integrando a mudança em todas as partes da organização.

transformação digital

Elaboramos um passo a passo com 5 etapas, se você deseja colocar sua organização no caminho certo para a transformação digital procure seguir cada uma delas:

1. Mudança de modelo mental

Se o seu cargo é de CIO ou algo próximo a isso, você detém grande privilégio na promoção da transformação digital em sua organização, por isso é importante ter consciência e buscar promover a integração, sempre se responsabilizando pela estratégia adotada. Se adeque a pensar como um executivo, não como apenas mais um operacional.

Outro aspecto importante nessa mudança é o modelo mental da equipe, esqueça o caminho que o departamento de TI seguiu para chegar até aqui, daqui para frente serão necessárias novas estratégias e ações. Agilidade, reconhecimento dos riscos e flexibilidade são as palavras-chave a serem adotadas pelo time como norte. Deixe de lado a TI controladora e irredutível, evite abordá-la como um “mal necessário”.

Preocupe-se em realizar essa mudança principalmente na cultura da empresa, os processos, estrutura organizacional e barreiras culturais devem ser transpostos em prol dos valores e objetivos da organização.

2. Levantamento de objetivos

Para se poder medir o sucesso da transformação digital, e também para garantir que nada seja deixado de lado, é necessário fazer um levantamento das mudanças que se pretende realizar. Entre elas pode-se destacar:

  • Experiência digital: como seu colaborador e clientes interagem com as ferramentas deve ser uma preocupação em seu planejamento, a satisfação, retenção e ganhos se tornam maiores ao atender essa necessidade;
  • Levantamento de ativos: ativos tangíveis e intangíveis devem ser levados em conta, estes dados explicitam as áreas que devem ser transformadas;
  • Repensar processos: principalmente em empresas com modelos antigos que deram certo ou empresas pequenas que ainda estão se estruturando costuma-se deixar funcionando do jeito que está para não arriscar o andamento da organização, entretanto, os avanços e novas ferramentas permitem integrar redes de fornecimento, canais de distribuição e comunicação de forma muito mais fácil e ágil, descubra novas soluções, como uma estratégia omni-channel (integração em todos os canais) por exemplo;
  • Atenção aos núcleos de negócio: atividades da organização, modelos de negócio, ecossistema, empoderamento de pessoas;
  • Simplificação de serviços: torne seus processos pouco burocráticos ou mais automatizados, facilitando a resolução de problemas e muitas vezes prevenindo que os mesmos ocorram;
  • Brainstorming e análise preditiva: reúna-se com colaboradores, ou crie pesquisas internas, para levantar quais são os problemas e possíveis melhorias enxergadas pelo pessoal da organização, lembre-se que por mais que você tenha um papel de gestor, ver o problema de outras perspectivas é sempre importante.

3. Estudar novas tecnologias

São diversas as tecnologias que podem melhorar o ambiente de trabalho e a experiência de seus clientes, soluções como virtualização de servidores, automação de processos, sustentabilidade, computação em nuvem, novas plataformas digitais, acesso remoto, IoT (Internet das Coisas), Digital Workspace, EMM (Enterprise Mobility Management) e outras inovações podem ser estudadas para verificar qual melhor se encaixa em seu cenário e levar de vez a transformação digital para dentro da organização.

Após a mudança de modelo mental, você deve estar preparado para sempre agregar novas ideias a seu espaço de trabalho, tente manter seu leque de opções sempre vasto e estude a fundo cada uma das possíveis soluções. Claro, em diversos casos, serão necessárias horas de preparo para compreender bem a tecnologia que se pretende comprar, mas ao receber retornos positivos em redução do Custo Total de Propriedade e sucesso com as pessoas que se beneficiam das novas vantagens, o esforço valerá à pena.

Além disso, é importante se atentar ao “porque” a nova tecnologia será implantada, embora sejam produtos que estão sendo implementados, não é essa a solução apresentada, a conformidade com os objetivos traçados e a identificação do perfil da organização com determinada ferramenta são primordiais para a evolução planejada.

4. Implantação e feedback

Nessa etapa você já estudou todas as possíveis melhores soluções para seu cenário, adequou sua escolha ao orçamento ou conseguiu um orçamento maior para atender sua jogada estratégica. Então, agora você deve supervisionar a implantação, garantindo que os ajustes sejam feitos o quanto antes para não frustrar nenhum dos objetivos.

Após essa ação, sua organização terá uma nova tecnologia, e caso você tenha seguido bem o passo 1, a cultura organizacional está mais receptiva às soluções implementadas, aproveite essa abertura e obtenha feedbacks dos colaboradores e clientes que tiverem contato com essas inovações, com isso, você pode continuar sempre melhorando e, como bônus, ainda mostra que está realmente comprometido com a flexibilidade e que as opiniões importam.

5. Reinicie o ciclo

transformação digital

Compreenda que a colaboração imersiva e inovação empresarial abordadas na transformação digital não são, de forma alguma, mudanças pontuais, além da cultura ser a longo prazo, tecnologias têm prazo de validade e, por mais que investimentos em nuvem sejam uns dos melhores investimentos possíveis atualmente, sempre surgem novas possibilidades. Cabe ao responsável, sendo você CIO ou um colaborador motivado, estar sempre antenado em novas soluções, mantendo o passo e acompanhando o futuro competitivo das empresas, sempre buscando ter visão holística.

Volte ao começo, revise a cultura implementada, entenda dores e dificuldades dos seus colaboradores em entrarem em conformidade com ela, retrace objetivos, descubra novas soluções para esses objetivos, implemente as tecnologias e atente-se aos feedbacks recebidos, assim o caminho para o sucesso não só é certo, como também é mais acessível.

E aí, acha que tem o que é preciso para mudar de vez a integração digital na sua organização? Estamos sempre aqui para te orientar.

Fonte: https://www.i-scoop.eu/digital-transformation/

 

Leia também...